Power BI ou Tableau?

Quando discutimos sobre ferramentas de Business Intelligence e Visualização de Dados, inevitavelmente temos que falar sobre duas ferramentas: Power BI e Tableau. As duas ferramentas, líderes no mercado, vem competindo há alguns anos e cada vez mais ganham adeptos. Mas qual delas é melhor, Power BI ou Tableau? Antes de responder, vamos analisar alguns fatos.

Segundo a última pesquisa do Garner, as soluções da Microsoft para Business Intelligence (que incluem o Power BI como um dos principais produtos) e Tableau estão na liderança isolada:

Gartner

 

No entanto, as empresas têm requisitos diferentes e a decisão de escolher uma ferramenta ou outra pode variar bastante. Vamos começar descrevendo as duas ferramentas, com suas principais forças e fraquezas e depois comparamos as duas sob a ótica de algumas métricas.

Tableau

Fundada em 2003, a Tableau (empresa que dá o nome ao produto chamado Tableau) tem sido o padrão do mercado por muitos anos e eles ainda provavelmente têm vantagem em termos de funcionalidades sobre o Power BI, graças à sua liderança de mais de uma década.

Estar no mercado há muitos anos, fez com o que o Tableau evoluísse em diversas áreas, tais como: a usabilidade do produto, a comunidade Tableau (que é bem grande), o suporte ao produto e as opções de implantação flexíveis. A gama de visualizações, layout da interface do usuário, compartilhamento de visualização e capacidades intuitivas de exploração de dados também têm vantagem sobre o Power BI. O Tableau oferece muito mais flexibilidade quando se trata de projetar seus Dashboards. O fato é que, de uma perspectiva do usuário final, o Tableau está muito além do Power BI, mais do que o Quadrante Mágico do Gartner dá a entender.

O Tableau construiu seu produto na filosofia de “ver e explorar” os dados. Isso significa que o Tableau é projetado para criar imagens visuais interativas. Os recursos do Tableau foram implementados de tal forma que o usuário pode fazer uma pergunta sobre seus dados e receber uma resposta quase que imediata, manipulando as ferramentas disponíveis. Se você quiser apenas gerar relatórios, o Tableau é um exagero.

O Tableau também é muito mais flexível em sua implantação do que o Power BI. O Tableau pode ser comprado em uma assinatura ou em uma licença perpétua / inicial e depois instalado na nuvem ou em um servidor local.

Finalmente, o Tableau é all-in na visualização de dados, e a empresa está sempre atenta aos desejos mais urgentes da comunidade de visualização de dados. Você pode esperar melhorias futuras significativas em termos de desempenho ao carregar grandes conjuntos de dados, novas opções de visualização e funções ETL.

Mas tudo que é bom custa mais caro e o Tableau não é diferente. Quando se trata do investimento necessário para comprar e implementar o Tableau, ele pode ser de 9 a 10 vezes mais caro do que o Power BI, por uma margem justa. Muitas vezes, os projetos do Tableau são acompanhados por projetos de armazenamento de dados e normalmente são usados com Data Warehouses.

Claro, um Data Warehouse não é um requisito. O Tableau se conecta a mais sistemas de armazenamento do que o Power BI. No geral, considerando o investimento necessário para implementar um Data Warehouse é um indicador digno do compromisso exigido para tirar o máximo proveito do Tableau.

Power BI

O Power BI é a ferramenta de visualização de dados da Microsoft. Foi lançado em 2013, e desde então ganhou terreno rapidamente no mercado, muito pela força do marketing da Microsoft. Quando você olha o mais recente Quadrante Mágico do Gartner, você nota que a Microsoft é basicamente igual ao Tableau em termos de funcionalidade, mas supera fortemente o Tableau no item “visionário”. Na verdade, a maior vantagem do Power BI é que ele está incorporado ao Microsoft Stack, o que contribui para a forte posição da Microsoft no Quadrante.

Sem dúvida esse é um dos pontos mais fortes do Power BI, o fato de estar profundamente integrado na pilha de produtos da Microsoft. Está incluído no Office 365 e a Microsoft incentiva o uso do Power BI para visualizar dados de seus outros serviços na nuvem. O Power BI também é muito capaz de se conectar a diversas fontes externas.

Como o Power BI foi originalmente um produto baseado no Microsoft Excel, o Power BI é especialmente adequado para criar e exibir Dashboards e relatórios básicos.

A maior força do Power BI, no entanto, é o seu baixo custo e seu valor fantástico. Para um produto totalmente comparável ao líder da categoria, é gratuito (incluído no Office 365) para uso básico e $ 10/usuário/mês para uma licença “Pro”. Isso aumenta a adoção do produto, pois os indivíduos podem usar o Power BI sem riscos. Para as empresas que não possuem o orçamento para um grande projeto de Business Intelligence (incluindo um Data Warehouse, analistas dedicados e vários meses de tempo de implementação), o Power BI é extremamente atraente, além de ter como objetivo o “Self-Service BI”, em que usuários sem conhecimento em análise de dados, podem rapidamente extrair visualizações e relatórios (se isso é bom ou ruim, é uma outra discussão). Mas as empresas que estão se preparando para “investir” em BI são mais propensas a adicionar o Tableau à sua lista de opções fortemente consideradas.

A Microsoft também está investindo no Power BI e eles estão fechando as pequenas lacunas em suas funcionalidades de forma muito rápida. As atualizações do Power BI são mensais.

O Tableau ainda tem uma vantagem sobre o Power BI quando se trata das minúcias da funcionalidade do produto; principalmente devido à sua vantagem de 10 anos. Mas talvez a maior fraqueza do Power BI seja a falta de flexibilidade de implantação.

Power BI só está disponível em um modelo SaaS (Software Como Serviço). Você deve ter o Power BI na nuvem, e você deve alugar o licenciamento por usuário, por mês (você pode usar o Power BI Desktop, mas a publicação de Dashboards e gráficos precisa ser feita na nuvem, o que não é gratuito). Se o seu projeto de Business Intelligence não permitir isso – seja porque você tenha preocupações com a segurança de dados, ou porque você precisa de uma solução mais personalizável – o Power BI simplesmente não irá atender às suas necessidades.

O Tableau é superior ao se trabalhar com grandes quantidades de dados e para usuários que desejam sistemas “on-premise”. Você deve estar ciente de que alguns novos recursos estão sendo adicionados ao Power BI por meio do Power BI Premium, no processamento de grandes conjuntos de dados e recursos on-premise, mas o Power BI Premium adiciona custos significativos e esses recursos são relativamente novos. O Tableau ainda reina nessas áreas.

Vejamos uma comparação entre os produtos sob algumas métricas específicas.

Visualização

Quando se trata de visualização, ambas as ferramentas possuem pontos fortes e talvez os diferenciais em relação a outros produtos do mercado. O Power BI pode ser mais útil se desejar manipulação de dados e facilidade de uso. Se o seu foco é a visualização e análise de dados, o Tableau tem uma vantagem sobre o Power BI. Deixe-me tentar lançar alguma luz sobre esses tópicos:

Com o Power BI é mais fácil carregar conjuntos de dados. Você pode selecionar várias visualizações e você também possui recursos de arrastar e soltar à sua disposição.

Tableau, por outro lado, escala melhor para conjuntos de dados maiores e oferece aos usuários melhores recursos de detalhamento. Ele permite alternar entre as visualizações “on-the-fly”.

Custo

Este é talvez o único parâmetro em que essas duas ferramentas seriam posicionadas separadas. O Power BI custa quase dez vezes menos em comparação com o Tableau. Se o seu negócio lhe permitir um orçamento maior, então você pode ir com o Tableau, o qual pode custar até US$ 1000 para uma assinatura anual. O Power BI é bastante acessível nesta comparação, pois você terá que desembolsar US$ 100 para uma assinatura anual.

Implementação

Fatores como o tamanho da empresa e número de usuários podem afetar as preferências de implementação. Procuremos entender essas ferramentas dessa perspectiva:

Tableau oferece variedade, quando se trata de implementação e serviços de consultoria. Existem aplicativos de início rápido para implantação de aplicativos de pequena escala. A implantação, em um nível de empresa, segue um processo passo a passo que dura semanas.

Power BI é mais fácil de implementar. O único requisito aqui é um processo de login que também é um processo bastante simples.

Análise de dados

Procurando uma análise mais rápida e funcionalidades mínimas, então o Power BI é a resposta. Ele permite que você crie relacionamentos entre fontes de dados. Tableau fornece recursos extensivos, pois ele permite analisar tendências em dados e ajudá-lo a formular melhor as hipóteses para uma análise mais voltada para Data Science.

Tabela comparativa entre Power BI e Tableau:

Power BI ou Tableau?

E o vencedor é…?

Não existe vencedor aqui. Na verdade, a melhor ferramenta é aquela que resolve o problema do cliente. A melhor forma de fazer sua escolha é experimentar as duas ferramentas e avaliar qual se adapta melhor ao seu projeto. Você pode experimentar gratuitamente as duas ferramentas e tomar suas decisões baseado em dados. O que aliás faz todo sentido, em se tratando de ferramentas de análise de dados!

David Matos

Referências:

Microsoft Power BI Para Data Science

Visualização de Dados e Design de Dashboards

Power BI vs Tableau

Comparing Tableau Desktop Vs Microsoft Power BI

Tableau vs Power BI: Comparing Pros and Cons

Compare Microsoft Power BI vs. Tableau

Tableau vs QlikView vs Microsoft Power BI

Gartner positions Microsoft as a leader in BI and Analytics Platforms for ten consecutive years

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *