10 Tendências de Tecnologia do Gartner Para 2018

10 Tendências em Data Science Para 2018

As 10 Tendências de tecnologia do Gartner para 2018 são, em grande parte, uma continuação de algumas das maiores tendências de 2017, incluindo Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning e algumas tecnologias mais recentes, como Blockchain, Edge Computing, Serverless Computing, Digital Twins, e outros que empregam várias práticas e técnicas de Ciência da Informação. Veja neste artigo quais são as 10 tendências de tecnologia do Gartner para 2018 e prepara-se para o que está por vir.

O artigo do Dataconomy intitulado The Future of Big Data is Open Source captura adequadamente o movimento do mercado que dominou a última parte de 2016 e todo o 2017. Big Data e Data Science foram as principais palavras-chave do mercado, mas muito mudou desde então. Em 2016 e 2017, Big Data foi um diferencial de mercado para as empresas, e continua sendo. Agora, à medida que entramos em 2018, existem inúmeras novas tecnologias que irão coordenar os avanços em Data Science e Big Data, e expandir esses mercados para novos espaços e aplicações, que só agora começam a ser entendidos e apreciados.

 

As Tendências da Tecnologia em 2018

Um dos temas mais comuns de discussão desde agosto de 2017 tem sido as 10 principais tendências de tecnologia estratégica do Gartner para 2018. Um tema recorrente nas tendências tecnológicas de 2018 é o mistério dos “mundos físicos e digitais”, dentro do contêiner da Data Science , IA e Aprendizado de Máquina. De acordo com o Gartner, os sistemas inteligentes de auto-aprendizagem (ML-powered) continuarão a dominar a maratona tecnológica até 2025 pelo menos.

Muitos observadores do mercado fizeram eco da previsão nº 1 do Gartner de que a maioria das aplicações de TI irá abraçar a Inteligência Artificial de uma forma ou de outra nos próximos anos. O artigo intitulado AI, Merging of Digital and Physical Worlds Among Top 10 Tech Trends for 2018 reforça esta tendência.

De fato, as quatro principais tendências de tecnologia na lista de 10 melhores do Gartner estão relacionadas a máquinas ou sistemas inteligentes. As três primeiras tendências, IA, aplicativos inteligentes e coisas inteligentes (Intelligent Things) são seguidas de perto por Digital Twins, que se referem ao mundo das respostas físicas através de sensores digitais ou Internet of Things (IoT). O flash de notícias intitulado The Top 10 Tech Trends for 2018 indica que as empresas globais irão ganhar dinheiro com essa onda de Inteligência Artificial em 2018 e usá-la para criar uma diferenciação de mercado. As capacidades disruptivas de IA, ML e IoT foram destacadas nesta revisão das tendências técnicas para o ano de 2018.

 

A Malha Digital Inteligente

A publicação do blog Forbes intitulada Explore the Gartner Top 10 Strategic Technology Trends for 2018 indica que agora os profissionais de saúde irão analisar seriamente a possibilidade de usar a Aprendizagem de Máquina em sistemas de diagnóstico médico para melhorar o atendimento ao paciente. Esta publicação resume o “Intelligent Digital Mesh” do Gartner como o encontro dos mundos físico e digital, onde humanos, máquinas, dados e serviços estão entrelaçados em uma malha.

 

Previsões para o Mercado de Tecnologia e Ciência de Dados

As principais tendências de tecnologia estratégica do Gartner para 2018 oferecem uma boa visão geral de muitas das principais tendências para 2018. À medida que as empresas e os serviços visam mais o “mundo conectado”, a sobreposição das camadas físicas e digitais em torno de nós provavelmente ganhará mais relevância. Vejamos quais são as 10 tendências de tecnologia do Gartner para 2018:

Tendência 1 – Inteligência Artificial: a adoção generalizada da Inteligência Artificial em todos os sistemas de negócios e aplicativos de tomada de decisão. De acordo com o Gartner, 59% das organizações ainda estão construindo suas estratégias corporativas de IA, enquanto as restantes 41% das organizações ainda estão tentando compreender como IA pode ser utilizada.

Tendência 2 – Aplicativos inteligentes: nos próximos anos, vamos assistir a um aumento constante de aplicativos e serviços orientados a IA. Todas as plataformas de software gerenciado, como o ERP, estão atualmente em uma corrida para a integração de IA em seus sistemas existentes para melhorar o desempenho e agregar valor. Esta tendência inclui o uso de assistentes digitais e serviços virtuais.

Tendência 3 – Coisas Inteligentes: As Coisas Inteligentes (Intelligent Things) são versões semi-robotizadas e mais inteligentes, de aparelhos e equipamentos regulares para facilitar nossa vida. Eles continuarão a expandir-se a taxas cada vez maiores e em todas as partes do nosso cotidiano.

Tendência 4 – Digital Twins: para levar o conceito de IoT um passo adiante, as empresas modernas estão cada vez mais atentas aos dados gerados através de sensores IoT – especialmente as empresas que dependem de máquinas complexas ou processos de tecnologia que ainda não possuem conectividade de internet incorporada. Esta implementação de sensores IoT em objetos permite a criação de um “gêmeo digital” (Digital Twin) ou uma contrapartida praticamente modelada para uma entidade física. Por exemplo, uma empresa de fabricação pode colocar sensores IoT em partes específicas de uma máquina, fornecendo os dados necessários para criar um modelo abrangente e informatizado da máquina. Este gêmeo digital fornecerá informações relevantes em tempo real para uma empresa, como a condição das peças da máquina e as temperaturas atuais, bem como permitir o uso do Predictive Analytics para determinar o ciclo de vida de um produto. No contexto de IoT, os gêmeos digitais estão ligados a objetos do mundo real e oferecem informações sobre o estado das contrapartes, respondem às mudanças, melhoram as operações e agregam valor.

Tendência 5 – Edge Computing: Edge Computing “descreve uma topologia de computação em que o processamento de informações e a coleta e entrega de conteúdo são colocados mais perto das fontes dessa informação”. Essa tecnologia está diretamente relacionada à Internet. As coisas se expandirão, atingindo implicações nas “fontes de informação”.

Tendência 6 – Plataformas Inteligentes: a plataforma de conversação empurra a inteligência da máquina até um nível, onde as expectativas humanas dos sistemas digitais aumentarão significativamente. No entanto, esses sistemas devem fornecer resultados com base nos modelos de eventos e API com os quais eles são alimentados.

Tendência 7 – Realidade Aumentada: a experiência Imersiva relacionada à realidade aumentada (AR) e à realidade virtual (VR) já está mudando o mundo que nos rodeia. A interação homem-máquina melhorará à medida que surgir avanços de pesquisa em AR e VR.

Tendência 8 – Blockchain: Blockchain se tornará uma tecnologia muito mais importante para empresas em todo o mundo. O Blockchain permite que partes não confiáveis se envolvam em transações. Blockchain é promissor para muitos setores industriais, como finanças, saúde e entrega de conteúdo. Esta tecnologia ainda está em fase de amadurecimento.

Tendência 9 – Event Driven Techs: os eventos impulsionam as empresas. Esta tendência deverá trazer algumas mudanças revolucionárias para as partes interessadas comuns nas empresas. Alguns eventos de negócios ou combinações de eventos constituem momentos de negócios – uma situação detectada que exige algumas ações comerciais específicas. Os momentos de negócios mais consequentes são aqueles que têm implicações para várias partes, como aplicativos separados, linhas de negócios ou parceiros.

Tendência 10 – Segurança: Em um ambiente de segurança cada vez mais complexo de negócios digitais, uma estratégia tecnológica sofisticada conhecida como “Continuous Adaptive Risk and Trust Assessment” (CARTA) permitirá uma melhor tomada de decisão com respostas adaptativas para negócios digitais. A premissa básica da CARTA é a confiança.

Além disso, o Relatório McKinsey Ten IT-enabled business trends for the decade ahead, fala sobre outras três tecnologias que moldam o atual mundo dos negócios: a Nuvem (Cloud Computing), o trabalho automatizado de conhecimento e a plataforma móvel. Essas três tendências tiveram grande impacto nos negócios digitais modernos nos últimos anos e continuarão causando impacto em 2018.

A sobreposição do mundo físico e digital ganha novo significado no contexto dessas três tecnologias. Este relatório também indica que as plataformas sociais contribuem de forma significativa para os negócios digitais. Os dados coletados dos canais sociais combinados representam uma diferença significativa na produção comercial.

Vale ainda mencionar o relatório do Gartner intitulado 5 Tendências na Cibersegurança para 2017 e 2018, o que constitui um argumento sólido para preocupações de segurança em ambientes em nuvem. Este artigo assume mais significado em um momento em que as empresas globais estão apontando para computação sem servidor (serverless) – um deslocamento do conceito on-premise, para o gerenciamento de dados hospedados em nuvem.

 

O Mercado de Ciência dos Dados está pronto para essas tecnologias?

De acordo com o post do site KDNugget (link ao final deste post), a IDC (International Data Corporation) previu uma escassez acentuada de 181.000 Cientistas de Dados em 2018. O mercado está cada vez mais interessado nas tendências tecnológicas mais novas e melhores, mas teremos mão-de-obra suficiente para nutrir e aplicar essas tecnologias aos negócios do mundo real? Os Cientistas de Dados atuais são treinados para lidar com “Intelligent Analytics”? Os humanos e o crescente número de dispositivos inteligentes serão capazes de trabalhar um com o outro?

A mesma preocupação foi expressada neste fascinante relatório McKinsey, Big Data: The Next Frontier for Innovation. Quando o Big Data começou a entrar no mundo empresarial, muitas empresas estavam completamente despreparadas e não equipadas para aproveitar ao máximo esta tecnologia avançada. Da mesma forma, algumas empresas globais provavelmente não estarão prontas para lidar com as novas tecnologias que serão as principais tendências de Data Science, Machine Learning e IA para 2018. Há uma escassez de tecnologias, máquinas e dispositivos no mundo dos negócios digitais de hoje, mas os profissionais de hoje são capazes de fazer uso dessas tecnologias fascinantes e dispositivos inteligentes que as cercam?

Na publicação AMA intitulada Data Science is the Latest In-Demand Skill Set For Marketing, a indicação clara é que as empresas estão recrutando cada vez mais profissionais que tenham não apenas conhecimento de domínio, como Marketing, mas também habilidades avançadas de análise de dados sem as quais não podem fazer jus para seus empregos em um ambiente de negócios orientado a dados.

As tendências para 2018 estão muito claras. Agora é com você. Prepare-se e capacite-se.

David Matos

 

Referências:

Cientista de dados – Por Onde Começar em 8 Passos

Businesses Will Need One Million Data Scientists by 2018

The Future of Big Data is Open Source

Gartner Identifies the Top 10 Strategic Technology Trends for 2018

AI, Merging of Digital and Physical Worlds Among Top 10 Tech Trends for 2018

Data Science Trends in 2018

The top 10 tech trends for 2018

Explore the Gartner Top 10 Strategic Technology Trends for 2018

Modernizing Industries with an IoT-Powered Digital Twin

Ten IT-enabled business trends for the decade ahead

5 Trends in Cybersecurity for 2017 and 2018

Data Science is the Latest In-Demand Skill Set For Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *